DANIEL GOUVÊA: Engenharia civil

FLÁVIA GOUVÊA: Design de interiores

 

Flávia Gouvêa

Formada em Design de Interiores pela FAAL (2010), mestre em Urbanismo (Gestão Urbana em Espaços Públicos) na PUC-Campinas (2017) e proprietária do escritório de design de interiores Casa Bem Vestida (2010-atual).

Começou sua carreira em um escritório de arquitetura em 2002 e após formada, se tornou profissional liberal em seu próprio escritório de interiores em Campinas e região. A sua marca leva a essência da personalidade e estilo de vida de cada cliente a ambientes contemporâneos que ofereçam funcionalidade, conforto e estilo, com base no conceito de espaços abertos e integrados (“open space”) e mobiliário funcionais (“smart space”).

 

Daniel Gouvêa

Formado em Engenharia Civil (2014) pela Universidade Paulista e Tecnologia em Construção Civil na Unicamp (2006) e atua com projetos e obras (construção e reformas) em Campinas e região.

Com experiência de 20 anos na área de projetos, seu primeiro emprego aos 16 anos foi em um escritório de arquitetura, onde despertou seu interesse na área. Desenvolveu grandes projetos de instalações elétricas e hidráulico-sanitárias em empresa em Campinas e cálculo estrutural em Limeira. Atualmente desenvolve projetos de arquitetura, maquete eletrônica 3D, projeto estrutural, instalações elétricas, instalações hidráulico-sanitárias e execução de obras e reformas residenciais, comerciais e industriais com sua empresa própria.

 

Por que estão participando?

O interesse em participar da Mostra+Sustentável ocorreu por nos possibilitar, como profissionais, a promover ações sociais, econômicas e ambientais, colaborando para a disseminação de ideias e conceitos que ainda precisam estar mais presentes no cotidiano das pessoas.

Participar de uma mostra de sustentabilidade nos permite trazer inspirações com base no essencial, explorando processos construtivos que minimizem o desperdício e alternativas de uso e escolha de materiais de acabamentos que impliquem na redução de custo e na minimização do impacto ao meio ambiente.

A oportunidade de poder trabalhar com o “Banheiro Acessível”, que é o nosso caso, nos permite também discutir diretamente propostas de inclusão, para que o ambiente possa ser utilizado por todos independentemente da faixa etária, habilidade ou limitação, além de poder apresentar soluções práticas e funcionais e desmitificar que espaços acessíveis não têm uma estética agradável.

O fato de a mostra evidenciar a conscientização da sustentabilidade para a sociedade e beneficiar diretamente uma instituição tão importante para a cidade, como o Lar dos Velhinhos, nos deixa orgulhosos de fazer parte de todo esse processo.